CONCURSO NACIONAL DE ACESSO

Apresentação

Candidatura ao ensino superior público é feita anualmente através de um concurso nacional organizado pela Direção-Geral do Ensino Superior.
O concurso nacional realiza-se no final do ano letivo e organiza-se em três fases, nos termos do calendário anualmente aprovado.

A direção de todo o processo relacionado com avaliação da capacidade para a frequência, bem como com a fixação dos critérios de seleção e seriação dos candidatos à matrícula e inscrição no ensino superior, compete à Comissão Nacional de Acesso ao Ensino Superior.

Para concorrer é necessário:

  • Ser titular de um curso de ensino secundário, ou de habilitação legalmente equivalente;
  • Realizar, ou ter realizado nos últimos dois anos, os exames nacionais correspondentes às provas de ingresso exigidas para os diferentes cursos e instituições a que vai concorrer;
  • Realizar os pré-requisitos se forem exigidos pela instituição para o curso a que vai concorrer (não aplicável às licenciaturas lecionados no ISEC);
  • Não estar abrangido pelo estatuto do estudante internacional regulado pelo Decreto-Lei n.º 36/2014, de 10 de março, alterado pelo Decreto-Lei n.º 113/2014, de 16 de julho.

Em relação a cada par instituição/curso deve ser obtida em cada prova de ingresso, bem como na nota de candidatura, uma classificação igual ou superior à mínima fixada.
As classificações mínimas são fixadas anualmente por cada instituição de ensino superior para cada um dos seus cursos e são divulgadas no Guia da Candidatura.

Os candidatos podem concorrer às várias fases do concurso.
Contudo, aos estudantes colocados na 1.ª fase que concorram à 2.ª fase e nela sejam colocados é automaticamente anulada a colocação na 1.ª fase e, consequentemente, a matrícula e inscrição realizadas.
De igual modo, aos estudantes colocados nas 1.ª ou 2.ª fases que concorram à 3.ª fase e nela sejam colocados é automaticamente anulada aquela colocação e, consequentemente, a matrícula e inscrição realizadas.

Informações sobre o concurso nacional de acesso ao ensino superior devem ser consultadas na página web da Direção Geral do Ensino Superior.

Como fazer a candidatura

Cursos que se podem candidatar, licenciaturas em:

Requisitos de Acesso e outras informações

Aviso:
A informação disponível na presente página não dispensa a verificação/confirmação da informação constante no site da Direção Geral do Ensino Superior(DGES).

Cursos do ISEC (3064), licenciaturas em:

  • Provas de Ingresso: 07 Física e Química | 16 Matemática
  • Área de influência (aplicável apenas na 1ª fase): Aveiro, Coimbra, Leiria, Viseu | Vagas: 25%
  • Cursos com acesso preferencial (aplicável apenas na 1ª fase): não tem
  • Fórmula de cálculo da nota para acesso: Média do secundário: 65% | Provas de Ingresso: 35%
  • Classificações mínimas exigidas: Nota de candidatura: 95 pontos | Provas de ingresso: 95 pontos
  • Mais informação na página da DGES aqui.
  • Provas de Ingresso: 07 Física e Química | 16 Matemática
  • Área de influência (aplicável apenas na 1ª fase): não tem
  • Cursos com acesso preferencial (aplicável apenas na 1ª fase): não tem
  • Fórmula de cálculo da nota para acesso: Média do secundário: 65% | Provas de Ingresso: 35%
  • Classificações mínimas exigidas: Nota de candidatura: 95 pontos | Provas de ingresso: 95 pontos
  • Mais informação na página da DGES aqui.
  • Provas de Ingresso: 07 Física e Química | 16 Matemática
  • Área de influência (aplicável apenas na 1ª fase): Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Viseu | Vagas: 25%
  • Cursos com acesso preferencial (aplicável apenas na 1ª fase): não tem
  • Fórmula de cálculo da nota para acesso: Média do secundário: 65% | Provas de Ingresso: 35%
  • Classificações mínimas exigidas: Nota de candidatura: 95 pontos | Provas de ingresso: 95 pontos
  • Mais informação na página da DGES aqui.
  • Provas de Ingresso: 07 Física e Química | 16 Matemática
  • Área de influência (aplicável apenas na 1ª fase): Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Viseu | Vagas: 25%
  • Cursos com acesso preferencial (aplicável apenas na 1ª fase): 081, 602, 604, 718, 736, 737, 748, 766, 782, 785, 812, 814, G80, G83, P43, P45, P46, P47, P49, P63, P66 | Vagas: 10%
  • Fórmula de cálculo da nota para acesso: Média do secundário: 65% | Provas de Ingresso: 35%
  • Classificações mínimas exigidas: Nota de candidatura: 95 pontos | Provas de ingresso: 95 pontos
  • Mais informação na página da DGES aqui.
  • Provas de Ingresso: 07 Física e Química | 16 Matemática
  • Área de influência (aplicável apenas na 1ª fase): Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Viseu | Vagas: 25%
  • Cursos com acesso preferencial (aplicável apenas na 1ª fase): 091, 602, 604, 736, 737, 740, 748, 766, 812, G80, P41, P42, P43, P44, P45, P46, P47, P60, P66, S28, S29, S30, T16, T17, T18, T19, T20 | Vagas: 10%
  • Fórmula de cálculo da nota para acesso: Média do secundário: 65% | Provas de Ingresso: 35%
  • Classificações mínimas exigidas: Nota de candidatura: 95 pontos | Provas de ingresso: 95 pontos
  • Mais informação na página da DGES aqui.
  • Provas de Ingresso: 07 Física e Química | 16 Matemática
  • Área de influência (aplicável apenas na 1ª fase): Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Viseu | Vagas: 25%
  • Cursos com acesso preferencial (aplicável apenas na 1ª fase): 091, 602, 604, 736, 737, 740, 748, 766, 812, G80, P41, P42, P43, P44, P45, P46, P47, P60, P66, S28, S29, S30, T16, T17, T18, T19, T20 | Vagas: 10%
  • Fórmula de cálculo da nota para acesso: Média do secundário: 65% | Provas de Ingresso: 35%
  • Classificações mínimas exigidas: Nota de candidatura: 95 pontos | Provas de ingresso: 95 pontos
  • Mais informação na página da DGES aqui.
  • Provas de Ingresso: 07 Física e Química | 16 Matemática
  • Área de influência (aplicável apenas na 1ª fase): não tem
  • Cursos com acesso preferencial (aplicável apenas na 1ª fase): não tem
  • Fórmula de cálculo da nota para acesso: Média do secundário: 65% | Provas de Ingresso: 35%
  • Classificações mínimas exigidas: Nota de candidatura: 95 pontos | Provas de ingresso: 95 pontos
  • Mais informação na página da DGES aqui.
  • Provas de Ingresso: 16 Matemática ou 02 Biologia e Geologia | 16 Matemática
  • Área de influência (aplicável apenas na 1ª fase): Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Viseu | Vagas: 25%
  • Cursos com acesso preferencial (aplicável apenas na 1ª fase): não tem
  • Fórmula de cálculo da nota para acesso: Média do secundário: 65% | Provas de Ingresso: 35%
  • Classificações mínimas exigidas: Nota de candidatura: 95 pontos | Provas de ingresso: 95 pontos
  • Mais informação na página da DGES aqui.
  • Provas de Ingresso: 16 Matemática ou 02 Biologia e Geologia | 16 Matemática
  • Área de influência (aplicável apenas na 1ª fase): Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Viseu | Vagas: 25%
  • Cursos com acesso preferencial (aplicável apenas na 1ª fase): não tem
  • Fórmula de cálculo da nota para acesso: Média do secundário: 65% | Provas de Ingresso: 35%
  • Classificações mínimas exigidas: Nota de candidatura: 95 pontos | Provas de ingresso: 95 pontos
  • Mais informação na página da DGES aqui.
  • Provas de Ingresso: 16 Matemática ou 02 Biologia e Geologia | 16 Matemática
  • Área de influência (aplicável apenas na 1ª fase): não tem
  • Cursos com acesso preferencial (aplicável apenas na 1ª fase): não tem
  • Fórmula de cálculo da nota para acesso: Média do secundário: 65% | Provas de Ingresso: 35%
  • Classificações mínimas exigidas: Nota de candidatura: 95 pontos | Provas de ingresso: 95 pontos
  • Mais informação na página da DGES aqui.
  • Provas de Ingresso: 07 Física e Química | 16 Matemática
  • Área de influência (aplicável apenas na 1ª fase): Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Viseu | Vagas: 25%
  • Cursos com acesso preferencial (aplicável apenas na 1ª fase): 602, 604, 711, 718, 745, 748, 766, 773, 774, 814, G80, G83, P35, P49, P63, P74, S23, S24, S25, S46, T34, T43, T51 | Vagas: 10%
  • Fórmula de cálculo da nota para acesso: Média do secundário: 65% | Provas de Ingresso: 35%
  • Classificações mínimas exigidas: Nota de candidatura: 95 pontos | Provas de ingresso: 95 pontos
  • Mais informação na página da DGES aqui.
  • Mais informação na página da DGES aqui.
  • Mais informação na página da DGES aqui.

Inscrições e Matrículas

A decorrer nos prazos do calendário aprovado anualmente pela DGES.

Nota:

  • A não realização da inscrição e matrícula por parte candidato colocado nos prazos definidos, implica que o candidato perde a vaga e o direito à inscrição e matricula.
  • A inscrição e matrícula no curso é sujeita ao pagamento da taxa de inscrição e matrícula, cujos valores constam da tabela de emolumentos.
  • A propina é anual, aplicando-se nesta matéria o Regulamento de Propinas do IPC.
  • No ato da matrícula, o candidato deve apresentar deve apresentar o boletim de vacinas atualizado, conforme definido no plano nacional de vacinação.