Licenciatura em Engenharia Informática

Apresentação

Licenciatura em Engenharia Informática do Instituto Superior de Engenhariaadaptada ao modelo de Bolonha a partir do ano lectivo 2007/2008, tem por objectivo formar engenheiros informáticos capazes de exercerem a sua actividade profissional com um elevado nível de competência técnica e científica. Especificamente, pretende-se que os alunos adquiram:

  • Capacidade de resolução de problemas no âmbito da área de informática, através da aplicação dos conhecimentos de uma forma profissional;
  • Conhecimentos e capacidades de compreensão na área de informática, que lhes permitam avançar nos seus ciclos de estudos, e conseguir novos perfis profissionais;
  • Competências de aprendizagem que lhes permitam uma aprendizagem ao longo da vida com elevado grau de autonomia.

Pretende-se, também, que esta licenciatura seja equilibrada, entre a abrangência de conhecimentos a adquirir pelos alunos na área de informática e o perfil profissionalizante que terão quando obtiverem o grau de licenciado. Este ciclo de estudos tem uma duração de seis semestres curriculares de trabalho.

Dando continuidade à missão do curso misto da licenciatura bietápica em Engenharia Informática e de Sistemas, o novo ciclo de estudos, adaptado ao modelo de Bolonha, dispõe de um horário nocturno adequado a trabalhadores-estudantes.

Para garantir este horário pós-laboral, as horas de contacto de todas as disciplinas funcionarão, a par com o horário diurno, de segunda-feira a sexta-feira, das 18h00 às 24h00. Em caso de necessidade, este horário será alargado às tardes de sexta-feira, num regime de frequência não obrigatória, complementado por métodos de aprendizagem alternativos como o e-learning.

Objectivos

A licenciatura em Engenharia Informática do Instituto Superior de Engenharia tem por objectivo formar Engenheiros Informáticos capazes de exercerem a sua actividade profissional com um elevado nível de competência técnica e científica.

9119 Engenharia Informática 
9885 Engenharia Informática - Pós-laboral 
9770 Engenharia Informática - Curso Europeu 

Provas de Ingresso:

Um dos seguintes conjuntos:
16 Matemática
      e
02 Biologia e Geologia

      ou

16 Matemática

Saídas Profissionais

Em termos de perfis profissionais, a licenciatura é abrangente no que se refere à área de informática. Os graduados adquirem competências e bases para poderem vir a desempenhar, entre outras, as seguintes profissões na área das tecnologias de informação:

  • Engenheiro de software;
  • Engenheiro de redes informáticas;
  • Engenheiro de sistemas;
  • Gestor de sistemas de informação;
  • Administrador de bases de dados;
  • Engenheiro de multimédia;
  • Gestor de Projectos de Software;
  • Ensino e formação.

Plano Curricular

Diretor de curso

Jorge Miguel Sousa Barreiros
  dc-lei@isec.pt

Competências
  • Representar o curso;
  • Zelar pelo funcionamento regular do curso;
  • Assegurar a coordenação e a qualidade pedagógica do curso;
  • Coordenar a realização dos estágios do curso, se existirem;
  • Coordenar as visitas de estudo e outras atividades do curso;
  • Coordenar a realização da avaliação interna anual do curso;
  • Coordenar os processos de avaliação do curso;
  • Apresentar aos departamentos as necessidades logísticas;
  • Apoiar a integração dos novos alunos no curso;
  • Presidir à comissão de curso e implementar as decisões aí tomadas.

 

Comissões de curso

As comissões de curso são órgãos dos cursos de licenciatura que funcionam em articulação com o Conselho Pedagógico, com os órgãos dos departamentos e com as comissões científicas a que estão ligados.

Competências
  • Eleger o diretor de curso;
  • Eleger os restantes representantes do curso no Conselho Pedagógico, por corpos;
  • Dar parecer sobre todas as matérias referentes ao curso que lhe sejam colocadas por outros órgãos da escola ou por elementos individuais de qualquer corpo;
  • Apresentar propostas para o plano de atividades dos departamentos a que estão ligados;
  • Propor medidas que assegurem o regular funcionamento do curso;
  • Propor o calendário de avaliação das unidades curriculares do curso;
  • Apresentar propostas e dar parecer sobre orientações pedagógicas, métodos de ensino e de avaliação;
  • Propor alterações curriculares ao curso;
  • Dar parecer sobre a avaliação interna anual do curso;
  • Dar parecer sobre os processos de avaliação do curso;
  • Propor a realização de conferências, seminários e outras atividades de interesse científico e pedagógico;
  • Propor ações de formação;
  • Propor intercâmbios com outras instituições nacionais e estrangeiras;
  • Apresentar propostas sobre as regras de acesso, matrícula, inscrição, reingresso, transferência e mudança de curso.
Composição

A comissão de curso é composta por:

  1. Seis professores que lecionem no curso;

                   Jorge Miguel Sousa Barreiros

                   João António Pereira Almeida Durães

                   Francisco José Simões Duarte

                   Acácio Manuel Raposo Amaral

                   Ana Cristina da Costa Oliveira Alves

                   Maria do Céu Lourenço Marques

  1. Seis estudantes do curso.

                   Carlos Daniel Melo Miranda

                   José Miguel Marques Fernandes Cosme

                   Francisco dos Santos Matos

                   Ezequiel Silva

                   Tiago André Martins Dias Pedroso

                   Filipa Alexandra Pinto de Sousa

Competências

  • Representar o curso;
  • Zelar pelo funcionamento regular do curso;
  • Assegurar a coordenação e a qualidade pedagógica do curso;
  • Coordenar a realização dos estágios do curso, se existirem;
  • Coordenar as visitas de estudo e outras atividades do curso;
  • Coordenar a realização da avaliação interna anual do curso;
  • Coordenar os processos de avaliação do curso;
  • Apresentar aos departamentos as necessidades logísticas;
  • Apoiar a integração dos novos alunos no curso;
  • Presidir à comissão de curso e implementar as decisões aí tomadas.

Comissões de curso

As comissões de curso são órgãos dos cursos de licenciatura que funcionam em articulação com o Conselho Pedagógico, com os órgãos dos departamentos e com as comissões científicas a que estão ligados.

Competências

  • Eleger o diretor de curso;
  • Eleger os restantes representantes do curso no Conselho Pedagógico, por corpos;
  • Dar parecer sobre todas as matérias referentes ao curso que lhe sejam colocadas por outros órgãos da escola ou por elementos individuais de qualquer corpo;
  • Apresentar propostas para o plano de atividades dos departamentos a que estão ligados;
  • Propor medidas que assegurem o regular funcionamento do curso;
  • Propor o calendário de avaliação das unidades curriculares do curso;
  • Apresentar propostas e dar parecer sobre orientações pedagógicas, métodos de ensino e de avaliação;
  • Propor alterações curriculares ao curso;
  • Dar parecer sobre a avaliação interna anual do curso;
  • Dar parecer sobre os processos de avaliação do curso;
  • Propor a realização de conferências, seminários e outras atividades de interesse científico e pedagógico;
  • Propor ações de formação;
  • Propor intercâmbios com outras instituições nacionais e estrangeiras;
  • Apresentar propostas sobre as regras de acesso, matrícula, inscrição, reingresso, transferência e mudança de curso.

Composição

A comissão de curso é composta por:

  • Seis professores que lecionem no curso
  • Seis estudantes do curso

CONTACTE-NOS

Pode contactar-nos preenchendo este formulário. Responderemos o mais brevemente possível.

Morada

Rua Pedro Nunes
Quinta da Nora
3030-199 COIMBRA
Portugal

Telefones

Telefone: +351 239 790 200
Fax: + 351 239 790 201

E-mail

info@isec.pt